Informativo TÉCNICO | Tonisity Px™ para Matrizes e Leitões Desmamados: Redução no Uso de Antimicrobianos e Melhor Desenvolvimento

fevereiro 18, 2018, 1:50 pm

Pontos Chaves

Dois estudos avaliaram os impactos de Tonisity Px na suplementação e desempenho sobre o crescimento de leitões desmamados ou matrizes e suas leitegadas, tratados com antimicrobianos, durante as principais fases de transição e desenvolvimento.

>Leitões que receberam Tonisity Px durante 6 dias no período de maternidade utilizaram 34% menos antimicrobianos na creche e apresentaram um incremento de 3,9%2 na taxa de crescimento no período de 6 semanas após o desmame.

>Suplementação de porcas com TonisityPx por 7 dias pré-parto e pré- desmame reduziu em 63% o uso de antibiótico e melhorou a taxa de crescimento dos leitões (GPD + 16%, peso ao desmame +399 g/suíno).

>Tonisity Px é uma opção não- antibiótica que auxilia os suínos nas principais fases de vida, resultando em menos uso de medicamentos, custos e mão-de- obra associados ao tratamento.

Os produtores de suínos enfrentam uma série de problemas sanitários e desafios produtivos buscando, continuamente, lucratividade sob circunstâncias incertas. Mesmo sendo uma ferramenta de longa data, o uso de antimicrobiano oral e injetável está, atualmente, sob a mira do mercado e dos consumidores. Além disso, esforços regulatórios e industriais, nos últimos anos, tem buscado limitar o uso de antimicrobianos por requerimento de supervisão veterinária de muitos produtos, defendendo o princípio do uso cauteloso de antibióticos. Devido a estas mudanças relativamente recentes nas práticas e prioridades da indústria, muitos suinocultores e veterinários buscam alternativas estratégicas e não-antibióticas que possam auxiliá-los na produção de suínos, de forma saudável, produtiva e lucrativa.

Tonisity Px™

Tonisity Px é altamente palatável, pronto para consumo, sendo uma solução isotônica com aminoácidos e eletrólitos que fornece nutrição microenteral para as células do instestino. É a primeira bebida isotônica protéica para suínos. Desenvolvido exclusivamente para suínos, Tonisity Px é uma tecnologia rentável e inovadora. Tonisity Px não é apenas mais uma solução de eletrólitos de sal e açúcar, ou outro alimento aditivo à base de levedura/probiótico/enzima. Em vez disso, Tonisity Px é estrategicamente formulado para fornecer a combinação exata de aminoácidos e micronutrientes que estimula o desenvolvimento e um alto desempenho do trato entérico (especialmente o duodeno) e auxilia na hidratação do animal. Especificamente, Tonisity Px nutre os enterócitos. Verifica-se também, que há um aumento na altura das vilosidades intestinais (vilosidades mais altas absorvem mais nutrientes e fluidos). Um melhor desempenho intestinal ajuda no desempenho do rebanho, na saúde e na produtividade.

Sob a forma de pó, Tonisity Px foi desenvolvido para ser misturado diretamente na água e obter uma solução a 3%. Pequenas quantidades podem ser oferecidas no bebedouro ou misturadas à ração para suínos recém-nascidos, leitões que estão no período de desmame, para matrizes prenhas, ou em qualquer idade do suíno e situações em que haja estresse e que resultem impactos negativos na saúde e no seu desempenho. Dois estudos foram realizados recentemente para avaliar influência de Tonisity Px na suplementação e desempenho de crescimento de leitões desmamados e em matrizes e suas leitegadas, tratados com antimicrobianos durante os principais momentos de transição e desenvolvimento (ex. lactação, pós-desmame, creche, transporte).

Estudo em Leitões Desmamados

Delineamento Experimental

A pesquisa investigou os efeitos de Tonisity Px na suplementação de leitões com relação a mortalidade, uso de antibióticos e crescimento durante 6 semanas após o desmame.

O teste envolveu 178 matrizes prenhas e marrãs alojadas em uma grande granja comercial dos Estados Unidos, com 5000 cabeças saudáveis. Matrizes e marrãs foram distribuídas aleatoriamente em 2 grupos por paridade e aleatoriamente (Tonisity Px n=88, controles n=90). Após o parto, os leitões foram pesados individualmente e o desmame foi programado para 20 dias. Leitegadas atribuídas ao grupo Tonisity Px tiveram o seguinte cronograma de suplementação:

1. A partir do 2º até 8º dia de idade e 3 a 2 dias antes do desmame foi oferecido 500 mL da solução Tonisity Px a 3%;
2. 1 dia antes do desmame foi oferecido 1,8 kg de mistura de ração e Tonisity Px em forma pastosa (mingau);
3. No desmame (transferência para creche) e 2 dias mais, foi oferecido 113 g da mistura de ração e Tonisity Px na forma pastosa (mingau) por leitão, duas vezes ao dia.

As leitegadas não receberam nenhuma outra suplementação. Todas as administrações pré-desmame de Tonisity Px foram colocadas em um comedouro de metal. A mistura pastosa (mingau) foi feita com solução Tonisity Px a 3% combinada com ração. O mingau de pós-desmame foi preparado usando solução Tonisity Px a 3% no dia de desmame, solução Tonisity Px a 5% para o dia 1 pós-desmame e 0,75% para o dia 2 pós-desmame. O consumo da solução e do mingau foi monitorado e qualquer quantidade de sobra foi registrada. Na chegada à creche, 1885 leitões desmamados (n = 949 controle; n = 936 Tonisity Px) foram colocados por grupo de tratamento em 38 baias (agrupadas por peso, sexo e localização; ~ 50 leitões/baia). Suínos com status de saúde crítico no momento do agrupamento (por exemplo, recostado, incapaz de andar, cronicamente debilitado) foram removidos do estudo. Alimentação e água foram fornecidas de acordo com a prática padrão e o consumo foi automaticamente registrado. O peso corporal individual foi obtido no dia do desmame e novamente em 6 semanas após o desmame.

Os suínos foram monitorados diariamente para qualquer evidência de doença e mortalidade, e avaliou-se o status de diarreia duas vezes por semana. Tratamentos com antibióticos foram administrados conforme necessidade, de acordo com prescrição veterinária (não foi controlada pelo protocolo de estudo). Os dados coletados sobre os tratamentos, ganho médio de peso diário, foram estatisticamente analisados por métodos padrão apropriados utilizando o suíno como unidade experimental. A diferença estatística foi considerada significativa entre os tratamentos quando P ≤ 0,05.

Resultados

Leitões suplementados com Tonisity Px um pouco antes e após o desmame apresentaram uma considerável redução no uso de antimicrobianos durante as 6 semanas após desmame, na creche. O resumo de resultados na Figura 1 indica que o Grupo Tonisity Px utilizou 34% menos antimicrobianos que o Grupo Controle (P < 0.0001). O percentual de suínos que necessitou de medicação caiu significativamente em 31% para todos os casos de doenças (P < 0.0001) e 32% menos para suínos especificamente medicados por serem considerados abaixo do peso (P < 0.0001)., seguindo a tendência de menor uso de antimicrobianos em casos de doenças respiratórias para o Grupo Tonisity Px (P = 0.075).

Suínos suplementados com Tonisity Px também demonstraram significativamente (P <0,001) maior ganho de peso do que o Grupo Controle, 6 semanas após o desmame (Tabela 1) e média de 816 g (5,9%) a mais de ganho de peso líquido por animal. Assim, o Ganho Médio de Peso Diário pós-desmame aumentou 3,9% (P <0.001) durante o período de pós-suplementação de 6 semanas.

Estudo em Matrizes

Delineamento Experimental

O segundo estudo investigou os efeitos de Tonisity Px na suplementação de matrizes antes do parto e, novamente, após o desmame, em leitões quanto a mortalidade, uso de antibióticos e crescimento até o desmame.

O estudo foi conduzido no verão em uma instalação de produção comercial que havia passado por um surto de Síndrome Respiratória e Reprodutiva em Suínos e problemas de diarreia por rotavírus em recém-nascidos. Um total de 103 matrizes (Landrace x Large White x Tai Zumu) foram designadas para o estudo e aleatoriamente separadas em 1 dos 3 grupos tratados:

1. Grupo Controle: sem suplementação
2. Grupo Tonisity Px 120: foram fornecidos às matrizes 120 mL de solução de Tonisity Px a 3%, diariamente, por 7 dias antes do parto e 7 dias antes do desmame
3. Grupo Tonisity Px 500: foram fornecidos às matrizes 500 mL de solução de Tonisity Px a 3%, diariamente, por 7 dias antes do parto e 7 dias antes do desmame

As matrizes foram alimentadas com ração padrão 3 vezes ao dia (procedimento padrão da granja) e a solução de Tonisity Px foi colocada sobre a ração, na segunda alimentação diária.

Os 1208 leitões nascidos foram pesados individualmente até 24 horas do nascimento (n=415 controle; n=406 Tonisity Px 120; n=387 Tonisity Px 500). Foi oferecido a todos os leitões, independente do grupo de matrizes tratadas, Tonisity Px (500 mL/leitegada em bebedouros abertos) uma vez ao dia, a partir do 2º até o 8º dia de idade. E no 10º dia de idade foi fornecido a todos, a mistura pastosa (mingau) de Tonisity Px e ração.

Os leitões foram desmamados com aproximadamente 21 dias de idade e pesados. Foi registrada diariamente a administração de antibióticos injetáveis para cada matriz e leitão. Tratamentos com antimicrobianos (por exemplo, uma combinação injetável de gentamicina e amoxicilina) foram realizados nos casos de diarreia neonatal, sendo administrados pelos funcionários da granja de acordo com seus procedimentos operacionais padrão, e não foram controlados pelo protocolo do estudo.

Os dados coletados dos tratamentos, como peso ao desmame e Ganho Médio de Peso Diário, foram estatisticamente analisados de acordo com métodos padrões, utilizando a leitegada como unidade experimental. A diferença estatística foi considerada significativa entre os tratamentos quando P ≤ 0,05. A razão de probabilidade também foi calculada no uso de antibióticos em leitões.

Resultados

Leitões de matrizes suplementadas com Tonisity Px por 7 dias antes do parto e pré-desmame demonstraram redução substancial no uso de antimicrobianos durante a lactação, mesmo o estudo tendo sido conduzido sob condições desafiadoras de saúde e ambiente.

O resumo dos resultados na Figura 2 revela que a suplementação com 500 mL/dia de Tonisity Px ajudou a reduzir a necessidade de tratamentos com antimicrobianos em 63% se comparado ao grupo controle (P < 0,01). Enquanto no Grupo Tonisity Px 120 houve redução notável de 37%, resultados do Grupo Controle não foram atingidos (P < 0,05). Cálculos de razão de probabilidade do uso de antibióticos injetáveis em cada grupo forneceram outras informações. O Grupo Controle foi 3,75 vezes (P <0,01) mais propenso a receber o tratamento com antibióticos se comparado ao Grupo Tonisity Px 500 mL e 1,97 vezes (P <0,01) mais propenso se comparado ao Grupo Tonisity Px 120 mL.

Além da redução da mortalidade no Grupo Tonisity Px 500 mL houve uma melhora nos índices de crescimento (Tabela 2). Leitões de porcas suplementadas com 500 mL de Tonisity Px apresentaram resultados significativos (P <0,05) de melhoria no peso ao desmame (9%, +399 g) e Ganho Médio de Peso Diário (16%). Já o Grupo Tonisity Px 120 mL forneceu dados de melhorias, mas não alcançaram significância (P >0,05).

Os resultados de indicações lineares de Tonisity Px foram claramente evidenciadas no estudo quanto à redução do uso de antimicrobianos e o ganho de peso de leitões. Maiores benefícios foram observados em matrizes que receberam 500 mL/dia de Tonisity Px se comparado ao Grupo Controle. E resultados intermediários foram verificados na indicação de 120 mL/dia de Tonisity Px.

 

Conclusões

Nos 2 estudos, a suplementação de leitões e matrizes com Tonisity Px reduziu o uso de antibióticos e melhorou o ganho de produtividade, resultados estatisticamente significativos. A suplementação com Tonisity Px durante 6 dias na maternidade ajuda os leitões na creche a reduzir a necessidade de tratamentos com antibióticos em 34%, e há melhorias na taxa de ganho de peso em 3,9% no período pós desmame. Similarmente, a suplementação de matrizes com 500 mL/dia de Tonisity Px por 7 dias antes do parto e no período pré-desmame ajuda os leitões a reduzir a necessidade de tratamentos com antibióticos em 63%, enquanto há um aumento no Ganho Médio de Peso Diário de 16% e elevação do peso no desmame em 399 g por animal. Esses consistentes benefícios de Tonisity Px representado por meio destes 2 estudos demostraram a importância da hidratação e da ingestão de micronutrientes e proteínas que dão suporte ao intestino.

Os benefícios de Tonisity Px na redução do uso de antimicrobianos são altamente relevantes na produção suinícola atual e para o mercado consumidor. A suplementação com Tonisity Px de matrizes e leitões apresenta uma alternativa ao uso de antibióticos, auxiliando o animal nas fases do parto, lactação e desmame, resultando em redução de medicamentos, custos com tratamento e mão de obra. Além disso, esses resultados oferecem uma oportunidade substancial de redução de custos de insumos associados a problemas de saúde e também ganho de produtividade.

 

References
1. Firth AM, Cano GL, Alujas AM. Effect of Tonisity PxTM administration on intestinal morphology. Am Assoc Swine Vet 2017; poster presentation.
2. Data on file, Study Report T42, Tonisity Int. Ltd.
3. Data on file, Study Report 17-003, Tonisity Int. Ltd.

 

Tonisity Px is an isotonic nutritional supplement designed specifically for pigs. It is not a drug and it does not contain ingredients with drug-like properties. It is not intended to diagnose, treat, cure, or prevent any disease. Any observed differences in performance are due to the nutritional and hydration properties of Tonisity Px.

16 Fitzwilliam Place, Dublin 2, Ireland
Tel +353 1 902 0026 www.tonisity.com
Tonisity Px™ is a trademark of Tonisity Int. Ltd. ©2018
Tonisity International Ltd. 

Order Px Today

Get in touch with one of our Distributors or EU | US team